quinta-feira, 26 de setembro de 2013

ARENA DA AMAZÔNIA PODERÁ SER USADA APÓS A COPA COMO CENTRO DE TRIAGEM PARA PRESOS

O estádio Arena da Amazônia, cujas obras de reforma custarão R$ 605 milhões, poderá ser usado após a Copa do Mundo de 2014 como centro de triagem de presos. 
Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o Tribunal de Justiça do Amazonas enviará ao governo do estado a sugestão para que a arena e também o sambódromo que fica ao lado do estádio abriguem detentos recém-capturados.
A justificativa apresentada pelo Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, órgão ligado ao TJ que sugerirá a medida, é de que a cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, onde hoje é feita a triagem dos presos, está superlotada e em condições insalubres.
"Até que o estado resolva o problema, construindo novas unidades prisionais, que utilize, então, estes dois espaços ociosos", afirmou ao jornal o desembargador Sabino Marques, presidente do grupo. 
A ideia do desembargador é de que os detentos sejam recolhidos no local por até 48 horas até que sejam destinados para a prisão.

Em resposta à Folha, a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos do Amazonas afirmou que só se pronunciará sobre o caso após receber oficialmente a proposta do Tribunal de Justiça.



Nenhum comentário:

Postar um comentário